<p style='margin:0px; text-align:center; font-size:16pt; font-weight:bold;'> You need Adobe Flash Player to see this video<br><br> <a href='http://www.macromedia.com/go/getflashplayer' style='text-align:center; font-size:16pt; font-weight:bold;'> Get the Flash Player</a></p>
Pesquisar em Vídeos, membros, eventos, arquivos de áudio, fotos e Blogs Procurar
Moisés Barbosa
e.motion

Moisés Barbosa|Brazil

Não pare!


Minha Oração

Oh Lord, my life is not my own, to you I belong. I give myself to you, so YOU can use me. So take me to that place Lord, To that secret place where I can be with you and You can make me |mais

Participar da Oração

Anúncios da comunidade

Meu blog

«voltar
<1 345  106>

Sem Forma e Vazia. 12/12

Dec 18, 2012

1,396 Exibições
     (0 Avaliação)

 

E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. Gênesis 1:2.

Diz o livro de Gênesis que, antes da obra criadora do Senhor, o que havia era o caos: “A Terra era sem forma e vazia. Trevas cobriam a face do abismo e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.” (Gênesis 1:2).

Antes de qualquer intervenção do Senhor o que existe é “sem forma e vazio” – sem identidade e sem significado. “Trevas cobriam a face do abismo” – se é que podemos entender o que “havia” era a “não existência”, a “não realidade”. “O Espírito de Deus se movia sobre a face das águas” – aparentemente, as “águas” ainda não tinham experimentado a ação criadora e sustentadora do Senhor. É com o “haja luz” que a criação começa. Foi o primeiro dia.

Nossa vida, sem a intervenção divina, é “sem forma e vazia”. Na realidade, sem o Senhor nossa vida é sem vida. Viver em trevas é existir sem significado. Sem alvo, sem rumo. É viver à deriva, sobre “a face do abismo”. Quando o Espírito de Deus, que vive ao nosso redor, meramente se move ”sobre” a face das águas, não nos beneficiamos da criação divina. “Haja luz” é a ordem criativa do Senhor para todos nós. É o mesmo que dizer “haja Cristo”. Porque a Revelação nos diz que o Cristo é a luz do mundo. Receber o Cristo é receber a luz do mundo. 

Receber o Cristo é receber a luz, é receber a vida. Com Cristo, experimentamos conformação divina. Ao invés de viver de maneira “sem forma e vazia”, quando vivemos “em Cristo”, vivemos “à imagem e semelhança de Deus”.